Nossas Noticias

Acompanhamento de advogado para trabalhadores de malharias, confecções e tinturarias

Há cerca de oito anos Rio Negrinho começou a atrair o interesse de malharias, confecções e empresas do setor têxtil. Desde então, várias empresas do setor tem se instalado na cidade, empregando principalmente mão de obra feminina. Conforme João Fonseca, tesoureiro do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Fiação e Tecelagem (Sinditextil), com atuação em São Bento do Sul, Rio Negrinho, Campo Alegre e Mafra; em Rio Negrinho não há dados concretos sobre o setor. “As estimativas são de que haja cerca de 12 empresas do setor. A maior é a A.N.D. Confecções, que tem cerca de 78 funcionários. É uma empresa boa, que paga certinho. E  a maioria das facções tem entre 15, 20 funcionários”, relatou. Fonseca destacou porém que o quesito “pagar certinho” e cumprir todas as obrigações trabalhistas nem sempre são observadas à risca. “Por isso o Sinditextil tem um advogado próprio, para orientar e acompanhar trabalhadores do setor”. Trabalhador pode optar Ele comentou ainda que a decisão sobre seguir com um advogado do sindicato é aberta ao trabalhador (a). “Recentemente fomos procurados por 4 funcionárias de uma malharia que fechou em Rio Negrinho. Elas reclamaram que não receberam todos os direitos. Foram atendidas por mim mas depois decidiram seguir com processo com advogado particular”. O tesoureiro contou que há pouco tempo funcionários da mesma empresa recorreram ao Sinditextil, reclamando também algumas falhas no cumprimento das leis trabalhistas. “No caso deles já foi feita uma audiência judicial e a empresa se propôs a fazer um acordo, se comprometendo perante o juiz a regularizar alguns pagamentos pendentes”. “Funcionários podem procurar o Sinditextil para pegar mais informações sobre as empresas. Podemos verificar a estão depositando o FGTS corretamente, se tem dividas e processos trabalhistas, dentre outras” Por isso, ele fez um apelo aos trabalhadores de todas as empresas da categoria. “É importante que verifiquem junto ao Sinditextil qual a real situação das empresas pelas quais são admitidos. Aqui podemos ver se há débitos com depósito de FGTS de outros funcionários, se a empresa foi condenada em causas trabalhistas e outras”. Atendimento em Rio Negrinho Quem desejar obter mais informações sobre o Sinditextil e ainda conversar com o sindicalista pode contar com o atendimento que é realizado em Rio Negrinho mesmo, apesar de a sede do sindicato ser em São Bento do Sul (SC). “Atendo às quintas-feiras em Rio Negrinho quando há recisões. Quem desejar  atendimento em outro dia pode entrar em contato pelo 36441592 e falar com a Cintia, que agendamos”. Vários benefícios Conforme João, o Sinditextil oferece vários benefícios aos seus associados e dependentes. “Temos médicos de várias especialidades, dentistas conveniados, dentista que atende todo dia no sindicato em São Bento a R$ 15,00 a consulta”. Ele também disse que a mensalidade do sindicato é de R$ 9,60. “As consultas mais caras que temos pelo convênio não passam de R$ 120,00. O Sinditextil  paga 50% das consultas para associados e paga também 50% para dependentes com até 16 anos”. O sindicato só atende funcionários da indústria têxtil e tem cerca de 1,2 mil associados.  ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram