Nossas Noticias

"A Culpa é da mãe…"

Ivy Baum é mãe da adolescente Taci e dos gemgêm Vitor e Vicente.  Escreve todos os domingos para o Nossas Notícias. Seus textos falam da realidade do universo das mães. Contatos com a colunista podem ser feitos por aqui através do e-mail: ivybaum16@gmail.com *************************************** Estava pensando aqui com meus botões, a culpa e a carga que nós, mães carregamos. Ela adolescente com 14 anos, eles com 02 anos de idade … Se o cabelo dela estiver bagunçado, se está mal vestida, se falou palavrão, se atrasou, se tropeçou, se namorou cedo, se não comeu, se comeu demais, se falou demais, se é muito tímida… Tudo é culpa das mamães. Seja qual for a mãe e como ela for, uma hora sua filha vai errar e, claro a culpa vai ser da mãe! Falar mal da filha dos outros e, claro,falar mal das mães delas também Por isso às vezes não curto falar mal da filha dos outros e, claro, das mães delas. Porque eu não sei se tudo o que ensinei para a Ta vai valer sempre ou se algum momento da vida dela ela vai achar tudo babaquice. Ser mãe já é uma tarefa mega complicada dentro de casa, mas a pior parte sempre é aquela que está fora dela. Já aprendi há algum tempo, que posso ser massacrada com os “Cadê a mãe dessa menina?”. O mundo lá fora é cruel e injusto. Sermãe de adolescente é levar pedrada de todos os lados porque sempre vai ter alguém achando que o que você fez não deveria ter sido feito, que era um absurdo, que isso que aquilo. Educação baseada em informação e empoderamento Sou defensora de uma educação baseada em informação e empoderamento, que é bem diferente de “que se lasque “, mas que se ensina a ter escolhas próprias. Ensinar, sempre estar ao lado, ajudar a lidar com as conseqüências, que com certeza serão duras às vezes. O que não significa aceitar e achar certo o que o resto do mundo fizer e disser. “Ela é mágica, perfeita e por vezes só quer um abraço” Ela é mágica, perfeita aos meus olhos, e as vezes só quer um abraço. E o meu terá que ser aquele em que as vezes não julgue só acolha. Não é fácil ser adolescente, não é fácil se virar nesse mundo tão tediado de conversa, de carinho, de tato, de abraço, de sorriso, de brincadeiras, de diversão real. Na real, tento ser a melhor mãe que posso ser, e meus braços estão sempre a espera dela e deles. E  o resto ? Não sei… um dia de cada vez.  ]]>

Parceiros

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram